sábado, 26 de novembro de 2016

Bolo de Romã by "A Vida de Nessy"!


Olá,
Tenho andado em falta com a Vanessa mas ela sabe a razão! Por isso aproveitando o fim de semana deixo-vos uma sugestão, dela, bem docinha...
Espero que gostem!
Não deixem de visitar o blog e o facebook para verem estas e outras delícias que por lá tem!

Bolo de Romã

Este ano fui presenteada com imensas romãs, como tal não as deixei estragarem-se.
Sempre cresci com os seus bagos misturados em açúcar, o que se revelava viciante. Ainda faço isso, mas com muito menos frequência, chegando a preferir consumir a romã de forma natural, ou em três alternativas (já aprovadas pelos provadores oficiais cá de casa).

Este fruto tem ganho muita visibilidade, com as inovações e inúmeras opções de utilização.
Neste post, deixo-vos a receita do bolo de romã, que resultou de alguma investigação pela internete cruzamento de informação obtida. 

Por ser mais prático, o processo da cozedura foi feito na máquina de fazer pão (MFP), porém podem utilizar o forno. 
Ingredientes:

3 ovos
2 copos de açúcar
2 colheres de sopa de manteiga (amolecida)
2 copos de farinha de trigo
1/2 copo de leite
1/2 copo de sumo de romã
Raspa de meio limão
1 colher de sobremesa de fermento
Preparação:


Começa-se por misturar os ovos, o açúcar e a manteiga até obter uma mistura homogénea. 
Em seguida, adiciona-se a farinha misturando mais um pouco e por fim, os restantes ingredientes, misturando tudo novamente, para que fique bem homogéneo. 
Coloca-se o preparado numa forma previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha e, no meu caso, coloquei na máquina de fazer pão, seleccionei programa "Cozer" (12) e foi só esperar.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Receitas Publicadas na Revista "Segredos de Cozinha"!


Olá,
Mais 2 receitas publicadas na revista "Segredos de Cozinha nº19 de novembro/2016", como não podia deixar de ser, é com imensa alegria que partilho convosco!
Os meus parabéns à São Ribeiro, à Teresa Esteves e à Liliana Oliveira pelas iguarias delas publicadas também!

As receitas são:
Arroz de Polvo
Bolo de Bolacha e Café


Uma feliz quarta-feira!

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Creme de Ervilhas e Bacon


Olá,
Antes de mais desculpem pela ausência mas, foi por motivos de saúde! 
E o frio vai chegando devagar e apetece uma bela sopa ou até mesmo um creme delicioso, com contraste de texturas, como este que vos sugiro hoje...
Foi uma surpresa bem agradável esta receita, cá por casa foi um sucesso!
Espero que gostem!
Que a semana seja feliz!

Ingredientes:
600 g batatas
2 cebolas
2 dentes de alho
1 alho-francês(parte branca)
1,5 dl de azeite
1,2 l de água
500 g de ervilhas
100 g de bacon
Sal q.b.

Preparação:
Descasque as batatas, as cebolas e os alhos e corte-os em pedaços, assim como o alho-francês. Leve tudo ao lume e refogue em 1 dl do azeite. Verta a água, tempere com sal e coza em lume brando. Assim que estiver tudo cozido, adicione as ervilhas e deixe cozinhar, por mais oito minutos.
Corte o bacon em tirinhas finas e frite-as no resto do azeite. Triture a sopa e passe-a por um passador de rede. Retifique os temperos e sirva com o bacon.

Ficha Técnica:
Porções: 4
Tempo: 40 min.
Dificuldade: fácil
Frigorífico: 3 dias
Congelador: não



segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Receita Publicada na Revista "Segredos de Cozinha"!


Olá,
Mais 1 receita publicada na revista "Segredos de Cozinha nº18 de outubro/2016", como não podia deixar de ser, é com imensa alegria que partilho convosco!
Os meus parabéns à Ana Antunes, à Liliana Oliveira, à Sílvia Castro e à São Ribeiro pelas iguarias delas publicadas também!

A receita é:
Fofo de Frutos Vermelhos

Uma excelente semana!

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Bem-vindo novembro!


... espero mesmo que seja incrível... pois outubro tem sido para esquecer...
Um mês feliz para todos/as!
Boa semana!

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Semana das Saladas by "A Vida de Nessy"!

Salada de Alface e Camarão




Salada de Atum

Olá,
Esta semana a Vanessa deu destaque às saladas, opção rápida para dias de correria e muito apreciada em dias quentes!

Da minha parte ela escolheu a Salada de Atum e eu deixei-vos uma outra bela sugestão... Salada de Alface e Camarão. Podem ver as receitas nos links das fotos. 

Não deixem de visitar o blog e o facebook para verem estas e outras deliciosas sugestões que por lá tem.

Uma quinta-feita feliz com estas maravilhas!


Semana das Saladas


Bom dia, preparados para mais uma semana?! O tempo está mais fresco, mas ainda assim o sol brilha para nos motivar a ter um início de semana excelente.
Por aqui, lanço mais uma semana temática centrada nas saladas. Prato ideal para a correria doida do quotidiano,  saudável, rápida e bem versátil. Prova disso, são as sete opções que vos trago dos blogs que nos acompanham  há 10 meses.  (O blog já fez 10 meses no sábado).
 

Nas secção das saladas há diversos tipos, de vegetais crus ( como por exemplo, agrião, alface, tomate, pepino, rabanetes, frutos secos) temperadas com azeite, vinagre, sumo de limão, ou outro molho não cozinhado com esta base. Há também, as saladas com massas e/ou com carne/ peixe, temperadas com maionese (exemplo disso, é a tradicional salada de atum), ainda encontramos as saladas de frutas, misturas de frutas frescas ou de conserva tomando em conta as preferências de cada um.

As saladas variam o seu consumo em diferentes culturas, ora vejamos. Em França e Estados Unidos (no último apenas em restaurantes) são servidas como entrada (aperitivo), antes das refeições principais. Já em Portugal, esta assume a função de acompanhamento da refeição principal, em Moçambique (devido à pobreza) é muito consumida com refeição principal do dia. Enquanto, nos países desenvolvidos, as saladas fazem parte das refeições principais, por opção, como forma de diversificar a dieta, com espaços comerciais vendendo apenas saladas. A salada da aldeia, com pepino e queijo feta, é uma iguaria nacional no Chipre.

Como vêem, a salada é mundialmente, com muitas diferenças. A sua preparação é rápida, é possível misturar diversos sabores, texturas e  cores, tornando-a muito atractiva. São facilmente digeridas, causando bem-estar após o seu consumo, como contém um elevado nível de água, hidrata o corpo, é uma fonte de vitaminas, minerais e fibras, com as baixas calorias ajudam a perder peso.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Trança de Noz e Amêndoa





Olá,
Adoro frutos secos! Logo esta receita não passou despercebida ... assim que a vi... lol... :)
Fica muito boa e vicia a comer... acreditem...
A cobertura faz toda a diferença, ficando um contraste agridoce muito leve e delicioso! 
Experimentem e não se vão arrepender!
Deixo o meu obrigada à amiga Ana Paula Faria do grupo "MFP" por ter sugerido esta maravilha!
Uma feliz terça-feira com esta sugestão!

Ingredientes:
80 ml de leite morno
5g de fermento de padeiro seco (granulado)
40 g de açúcar
300 g de farinha de pão
1 ovo grande
35 g de manteiga

Preparação:
Amassar bem e deixar repousar 20 min. com a massa embrulhada numa película.
Preparar os frutos secos: 90 g de nozes picadas e 90 g de amêndoas picadas, juntar 50 g de manteiga derretida e 40 g de açúcar.
Estender a massa em forma de rectângulo e espalhar o recheio; enrolar como se fosse uma torta e ajustar bem. Cortar em todo o comprimento, a meio e entrelaçar.
Deixar repousar 20 min. e vai ao forno a 180º durante 20 min.
Preparar o glacé: 75 g de açúcar em pó com 5 ml de sumo de limão e 15 ml de água. Espalhar por cima da trança e saborear! 

Nota:
Cobertura fiz com sumo de meio limão, a água e uma colher e meia de sopa de açúcar amarelo.
Depois de pronta a massa descansou 30 minutos.

Após colocar o recheio deixei levedar por 40 minutos.

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Parceria WoodFlavors









Olá,

É com imensa alegria que anuncio a parceria da WoodFlavors com o blog, da qual recebi esta linda tábua e fiquei a conhecer um trabalho de excelente qualidade.


A marca WoodFlavors é um projeto inovador cheio de tradição e modernidade que pretende abrilhantar cada prato num toque rústico e elegante.

A qualidade e sustentabilidade é superior, pois são feitas totalmente em pinho nacional e com a garantia da certificação FSC ® o profissionalismo do grupo Ambienti D’ Interni.

Uma marca sustentável, dinâmica e criativa, a WoodFlavors pretende levar para a sua mesa um produto bem português carregando a saudade de outros tempos.

Para verem outros artigos ou encomendar acedam ao site.

As tábuas da WoodFlavors vão realçar ainda mais as minhas criações culinárias. O meu agradecimento pela fantástica oferta e votos de muito sucesso!

Uma semana excelente!

domingo, 2 de outubro de 2016

Pão de Nozes e Mel na MFP



Olá,
Ainda venho a tempo para o lanche?! 
Pode ser chá ou café... o pão está pronto! 
Com manteiga fica bom, só com mel tb mas, com mel e manteiga fica uma maravilha e não se consegue parar de comer, acreditem... E mesmo passado dois, três dias ainda estava bom para comer, não ficou nada seco!
Vai ser para repetir pois gostei imenso do sabor, para a próxima irei experimentar com amêndoas. 
Espero que gostem!

Para um pão grande, duração 3 ½ a 5 horas dependendo da máquina
Ingredientes:
100g nozes partidas
350ml água
3 c. sopa mel transparente e um pouco mais para servir
40g manteiga sem sal, amolecida
1 ½ c. chá de sal
350g farinha integral T150
150g farinha trigo T65
1 ¼ c. chá fermento biológico seco

Preparação:
Torre ligeiramente as nozes numa frigideira em lume brando ou no forno.
Tire a cuba da máquina e encaixe a pá misturadora. Ponha os ingredientes na cuba, menos as nozes, seguindo a ordem indicada.
Encaixe a cuba na máquina e feche a tampa. Programe o tamanho do pão para 750g e escolha o programa Pão Integral. Escolha a cor da côdea que prefere. Junte as nozes quando ouvir o sinal sonoro.
Quando o programa acabar, tire a cuba da máquina e vire-a para soltar o pão. Ponha-o sobre uma rede para arrefecer. Sirva regado com um fio de mel.

Nota Importante:
Como a máquina foi programada, as nozes foram colocadas juntamente com os restantes ingredientes. Por isso o pão ficou mais escuro e não secou tanto devido às nozes.


Receita do livro “200 Receitas de Pão”

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Semana da Laranja by " A Vida de Nessy"!

Coxa de Peru Assada com Mel e Laranja

Olá,
Para esta semana a Vanessa destaca a laranja, um fruto que adoro, principalmente no verão! 
Da minha parte ela escolheu esta bela sugestão cheia de sabor!
Não deixem de visitar o blogue e o facebook para verem estas e outras delícias que por lá tem! 

Uma feliz sexta-feira com esta maravilha!

Semana da Laranja


Mais uma semana que começou, e como tal deixo-vos o ingrediente da semana, a Laranja.

Este fruto híbrido surgiu do cruzamento da tangerina com pomelo (este por sua vez é um cruzamento é toranja com laranja-doce).

A história desta começa na Índia, passando para a China de onde os portugueses a trouxeram para a Europa o laranja doce, no século XVI. Por essa razão, em vários países são intituladas de "portuguesas", por exemplo em grego laranja diz-se 
 portokali , em turco portakal, em romenoé portocala e em italiano portogallo.

O seu sabor varia entre o doce e o ácido, nas suas diversas espécies. Habitualmente, consume-se os seus gomos ao natural, ou são espremidas para sumos, a sua casca é muito utilizada ralada para dar sabor ou para decoração em outras formas. 
A camada branca entre a casca e os gomos (albedo), raramente é utilizada, porém em criança adorava o seu sabor levemente doce. Equilibra o sabor ácido do fruto, lembro de tirar apenas a casca e dividir os seus gomos com a parte branca e adorava, confesso que era das únicas que comia essa parte da laranja.

Quanto aos benefícios destaco a correcção da acidez do sangue, o controlo da pressão sanguínea, o combate ao colesterol elevado, as melhorias nos problemas digestivos e intestinais, o reforço do sistema imunitário e a prevenção e combate a gripes e constipações.
Nos meus blogues parceiros fiz uma pesquisa sobre receitas para honrar a laranja e trouxe estas sete iguarias diversas, que espero vos maravilhar tanto quanto a mim.

Boa semana!!!

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Pavlova publicada na revista "Segredos de Cozinha"!



Olá,
Mais 1 receita publicada na revista "Segredos de Cozinha nº17 de setembro/2016", como não podia deixar de ser, é com imensa alegria que partilho convosco!
Os meus parabéns à Ana Antunes, à São Ribeiro, à Natalina Viera e à Liliana Oliveira pelas iguarias delas publicadas também!

A receita é:
Pavlova

Uma terça-feira feliz com esta sugestão!

domingo, 25 de setembro de 2016

A Cozinhar com... Isabel Fernandes - Veggiella




Olá,
Para participar no desafio do Grupo "Cantinho das Cozinheiras" em que o blogue escolhido para o mês de Setembro foi o da Isabel Fernandes "Artual Sabores"!

Podem ver a receita aqui!
Já sou fã de risoto e quando vi esta receita, vi logo que tinha de experimentar! 

Resultado... uma maravilha mesmo! 

Um domingo feliz com esta delícia!

Vamos então à receitinha...
Numa frigideira (grande), em lume forte, coloque:
1 fio de azeite (cerca de 6 colheres de sopa);
1/2 chávena de cebola, picada;
1 chávena de alho francês, finamente fatiado;
4 dentes de alho, picados.

Deixe refogar, até a cebola ficar translúcida, e adicione: 1 chávena de arroz para risotto (arbório ou carnaroli ou vialone nano) ou outro.

Deixe refogar um pouco, até crepitar, e adicione:
1/2 chávena de vinho branco;
1 colher (de café) de pimentão doce fumado (paprika);
1 colher (de café) de filamentos de açafrão (opcional, mas tradicional).

Deixe evaporar e adicione:
4 colheres (de sopa) de polpa de tomate ou 2 tomates frescos, triturados;
1 chávena de cogumelos paris, partidos em 4 ou 8 conforme o tamanho;
1 chávena de ervilhas, frescas ou congeladas (ou de feijão manteiga, préviamente cozido);
1 chávena de floretes de brócolos;
1 chávena de floretes de couve flor;
1 chávena de cenoura, cortada em cubinhos.

Baixe o lume para médio e vá adicionando o caldo de legumes (que deve estar a ferver), chávena a chávena (cerca de 1,5L // deve acrescentar a próxima chávena, apenas, quando o arroz tiver absorvido o líquido da chávena anterior), mexendo sempre, até o arroz ficar no ponto da sua preferência. Quando adicionar a última chávena, tempere de sal e pimenta (não o faça antes, porque os sabores vão ficando mais acentuados/vão ganhando profundidade, à medida que o arroz vai cozendo, correndo o risco de o salgar em demasia) e adicione 1/2 chávena de pimento vermelho partido em cubinhos. 
Mexa bem, retifique os temperos, decore com tiras de pimento e deixe terminar a cozedura. 

Sirva de imediato.

Nota: 
Pode adicionar salpicão ou chouriço vegetariano, partido às rodelas, após a cenoura.


Acrescentei...
 Curgete, um Knorr culinário e um pouco de caril. Cogumelos não coloquei.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Neste fim de semana...


Nem  mais!
Façam tudo isto e muito mais... 
Votos de que tenham um excelente fim de semana!

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Bem Vindo Outono!

Olá,
Esta é a estação do ano mais associada à melancolia, à nostalgia, ao declínio da existência, pois suas características principais são as quedas das folhas das árvores, suas nuances amarelas e vermelhas, o tom cinza do céu, os frutos amadurecidos que, desta forma, pesam nos galhos e caem sobre a terra.
As noites retornam mais cedo, úmidas, frias, requerendo outros hábitos, a procura de alimentos mais quentes, ambientes mais calorosos, os banhos mais aquecidos e longos. Dormir transforma-se em um ritual, pois as pessoas se envolvem em agasalhos, mantas, cobertas abundantes.Poeticamente, portanto, marca as etapas de transformação da vida, a reciclagem dos elementos da Natureza e também das emoções humanas. Inicia-se neste momento uma fase de transição, que se completa no Inverno, quando todos sentem a tendência de hibernar. NoOutono, então, as pessoas vão se tornando introspectivas, mais desejosas de se abrigar nos seus refúgios, inclinadas a buscar a meditação.
Esta estação anual chega logo depois do Verão, preparando o Inverno. As temperaturas caem, a não ser nas áreas contíguas ao Equador. No Hemisfério Sul ele tem início quando o Sol toca oEquinócio - um dos dois instantes em que a órbita deste astro, sob o ponto de vista do Planeta Terra, atravessa a esfera do equador celeste, a linha da Terra incidida sobre o plano celeste -, no dia 21 de março, e se encerra em 20 de junho, quando se dá o solstício. Aqui se diz que há o ‘Outono Austral’.
No Hemisfério Norte, o Outono se inicia quando o Sol chega ao equinócio no dia 22 de setembro, e tem fim assim que ele atinge o solstício, no dia 20 de dezembro, cedendo lugar ao Inverno. Esta estação é aí conhecida como ‘Outono Boreal’.
O Outono – expressão de origem latina, autümnus ou autümum – é a época propícia para as colheitas. Ele detém propriedades tanto do Verão quanto do Inverno, por realizar entre ambos uma ponte transitória. Assim, nele encontramos a diminuição dos períodos de chuva, modificações repentinas no clima, névoas em alguns locais, entre outras.
No Brasil há várias frentes frias nesta estação, portanto as temperaturas são mais brandas, variando entre 12º a 18º C. Em 2008, o Outono teve início em 22 de setembro, exatamente às 15 horas e 44 minutos, em Portugal.
Texto retirado daqui.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Semana do Atum by "A Vida de Nessy"!

Focaccia Recheada com Atum e Queijo

Olá,
Desta vez a Vanessa destaca o atum, um alimento muito versátil e saudável. Da minha parte ela escolheu esta bela focaccia que adorei fazer e muito deliciosa!
Não deixem de visitar o blogue e o facebook para verem estas e outras delícias!

Uma feliz quarta-feira com esta sugestão!


Semana do Atum


Para esta segunda-feira ser em grande, nada melhor que lançar já a semana temática, destacando oatum. Além de ser rico em ómega 3vitaminas A. B, D e E, é também uma grande fonte de proteínas.


Este ajuda a prevenir a osteoporose, reduz a pressão arterial, fortalece o sistema imunitário, reduz o colesterol, combate o envelhecimento precoce, tal como reduz o risco de doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral (AVC).


Por mais que insistisse, em criança, em odiar peixe, o atum era diferente, adorava, daquele em conserva que, por norma, acompanhava batatas e ovo cozidos com azeite, vinagre. Claro que fui inovando, tal como o mundo na sua utilização, entre patês, massas, postas de atum grelhadas, a imaginação não tem fim com as possíveis conjugações de sucesso com este peixe. 

Boa Semana!

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Sobremesa com Dulcirecheio de Morango by "A Vida de Nessy"!

Olá,
Como esta semana ainda vamos ter um "calorzinho"... antes do outono... uma tacinha destas vem mesmo a calhar...
É  a sugestão da Vanessa, que vos trago hoje, para fazer as delícias de todos!
Não deixem de visitar o blogue e o facebook  para verem estas e outras sugestões deliciosas que por lá tem! 

Uma feliz terça-feira com esta maravilha!


Sobremesa com Dulcirecheio de Morango

Já vos tinha prometido no facebook a receita desta sobremesa há algum tempo, hoje é tempo de repor o prometido.

É muito fácil, mas ainda é mais deliciosa! É leve, crocante, doce e viciante!

O chantilly pode ser de compra, porém este é caseiro (podem ver a receita deste aqui), o doce de morango é um Dulcirecheio (tenho mais receitas aqui e aqui com este, e podem conhecer mais a marca aqui). O doce pode ser do sabor que preferirem, assim como as bolachas, usei Maria, no entanto podem usar integrais, ou outra marca qualquer,  com pepitas sem pepitas com outros sabores. Aliás, até podem apenas substituir o doce por uma boa camada de bolacha, e no fundo ou no topo uma camada de caramelo, chocolate líquidos, ou frutos secos. É uma sobremesa que dá para infinitas conjugações!


Ingredientes:

Chantilly
Dulcirecheio de Morango (ou compotas, por exemplo)
Bolacha-Maria triturada/ esmigalhada

Preparação:

  1. Uma camada de chantilly
  2. Uma camada de doce (frutos secos, etc.)
  3. Uma camada de chantilly
  4. Uma de bolacha triturada (frutos secos ou o que preferirem)
  5. Conservar no frigorífico até servir!
Et voilà! Uma sobremesa viciante, que todos vão adorar!

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

"Segredos da Mimi" está de volta!


Olá,

Venho por este meio informar a todos os seguidores, visitantes e amigos que o blogue está em pleno funcionamento após alteração para domínio personalizado.
Agradeço a compreensão de todos/as!

Espero a vossa visita em breve, a gerência agradece! :)

sábado, 17 de setembro de 2016

Bola de Berlim na MFP by "A Vida de Nessy"!


Olá,
Aproveitando que o Sr. Blogger permite actualizar o blogue... situação rara nestes últimos dias... o que faz com a minha paciência esteja para lá do limite recomendado... hi...hi...hi... 
Partilho esta deliciosa sugestão da Vanessa que fará as delícias de miúdos e graúdos, não tenho dúvida! 
Aproveitem o fim de semana, coloquem as mãos na massa e experimentem esta maravilha, eu se calhar farei isso mesmo!
Não deixem de visitar o blogue e o facebook para verem estas e outras sugestões que por lá tem!
Um sábado feliz! 


Bola de Berlim na MFP

































A minha máquina de fazer pão (MFP), serve para  muito mais que isso, além das compotas que já mostrei, tem feito bolos, massa para pizza e recentemente massa para Bolas de Berlim.


As bolas de Berlim são bolas de massa  fritas e polvilhadas com açúcar e posteriormente recheadas com o creme pasteleiro.
Facilmente encontradas em todas as pastelarias, não só nacionais como mundiais, com muitas alterações, na massa e recheios para os diversos gostos é uma tentação que em Portugal rima com praia!
Que bem que sabe, comer uma bola de Berlim no areal...

Esta receita ficou deliciosa, desapareceram no próprio dia. E este creme de pasteleiro, não percam a receita, até hoje foi a que melhor me saiu! Por isso, trago-vos duas excelentes receitas, das quais não alterei nada desta vez.



Ingredientes:

Massa

5/8 chávena de água morna (cerca de 150ml)
3 colheres sopa leite em pó
4 colheres sopa manteiga derretida e deixada arrefecer
1 ovo batido
1/2 colher chá sal
2 colheres sopa açúcar
3 chávenas de farinha branca de trigo
1 1/2 colher chá de levedura seca



Recheio

250 ml de leite
75 gramas de açúcar
40 gramas de farinha
2 gemas de ovo
1 ovo inteiro 


Preparação:

Juntar os ingredientes para a massa no recipiente da máquina de fazer pão, seleccionar o programa 9, massa para pizza (no meu caso).
Quando  terminar 
amassar um pouco a massa numa superfície polvilhada de farinha.
Dividir a massa em bolas do tamanho que pretendido e  deixar  levedar 30 minutos. 
Por fim é só fritar, escorrer em papel e passar por açúcar.
Cortar lateralmente as bolas e depois de arrefecerem e rechear com o creme de pasteleiro. 


Para o creme, ferve-se 200ml de leite.
Juntando o restante leite com os outros ingredientes, e posteriormente ao leite quente mexendo sem parar até criar um creme espesso. 

Retira-se do lume, deixa-se arrefecer e está pronto a usar!

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Monkey Bread Recheado



Olá,
Já tinha feito um igual sem recheio mas, não sobreviveu para tirar foto... LOL... Pois quando se começa a comer só apetece continuar, uma perdição como disse a querida São Ribeiro e é bem verdade!
Logo não havia alternativa senão repetir a receita mas, desta vez com recheio, uma bela compota de maçã caseira podem ver aqui.
Obrigada querida amiga pela partilha, como sempre, sucesso garantido! 
Receita do blogue "Rapa Tachos".
Um excelente fim de semana com esta delícia!

Ingredientes:
MASSA:
1 ovo batido
225 ml de leite(acrescentei mais 5ml)
50 g de manteiga amolecida sem sal
500 g de farinha t65
75 g de açúcar mascavado claro(usei amrelo)
1 saqueta de fermento seco biológico

PARA MONTAR:
100 G de manteiga derretida fria
4 c.(sopa)de açúcar mascavado claro(usei amarelo)
2c.(sopa)de canela
Compota de maçã q.b.

Preparação:
Colocam-se os ingredientes na taça do robot de cozinha, primeiro os líquidos e depois os secos. No fim do tempo retira-se a massa para a bancada. Entretanto mistura-se o açucar com a canela e reserva-se.
Unta-se com manteiga uma forma de bolo com buraco no meio.
Depois pesa-se  pequenas porções com cerca de 30g cada, um total de 30 bolinhas. Em cada uma  coloca-se uma colher de chá de compota  e fecha-se bem, em seguida passam-se as bolinhas na manteiga derretida e depois na mistura de açúcar e canela.
E vão-se colocando na forma.
Depois coloca-se a forma no forno frio e deixa-se levedar durante 1h30m. 
No fim desse tempo coloca-se a cozer cerca de 30 minutos.
Faz-se o teste do palito e se estiver cozido retira-se.
Deixa-se arrefecer cerca de 5 minutos e desenforma-se.

Para comer é pegar nos pedaços que eles separam-se bem.

Nota:
Acrecentei mais 5 ml de leite e com o recheio ficou fantástico, massa muito fofinha pois deixei levedar bem. A compota tem de estar fria antes de rechear as bolinhas.

Bom apetite!